Tuesday, May 22, 2007

[-]

Isto não é um poema

Despedi-me de ti, mas fiquei aqui.
Disse-te boa noite, mas não fui dormir.
E a madrugada avançou chuvosa.
Já é fim de Maio e está tudo molhado.
As primeiras horas do teu primeiro ano natal em que somos amigas.
Ehehe, amiga canitas, amiga castora, amanhã roeremos cenouras!
E pularemos a rir e a dizer disparates!
Parece que te vejo a dormir na tua caminha.
Nem ouves a ventania que faz estalar as janelas. hihi

Procurei poemas antigos.
E depois procurei poemas modernos,
como aqueles que A Naifa canta.
Ehhh, nenhum me encantou.
Não há nada que se compare ao Pastelaria.

Então pensei: "nada melhor que,
por palavras minhas,
dizer o que bem me apetecer,
tal como o Cesariny faria,
e fabricar uma mancha gráfica tal,
que, ao primeiro olhar,
pareça mesmo um poema de verdade!!!"

Bem sei que é batota,
mas "who cares"?
Disse a verdade no títalo...

Parabéns, amiga!!!!
Muitos anos de vida!!!!



3 Comments:

Blogger neusa said...

Ai Canitas, suspiro! Só agora vi o teu "não poema"! De ti só poderia vir algo de inesperado e especial. Sempre.
Que grande surpresa que tu foste amiguinha, diria mesmo um kinder "supresa".
Havemos de ser velhotas, já desdentadas, a rir e a dizer disparates por tudo e por nada. Eu cheia de sono às 3 da tarde e tu ainda com pica pras noitadas :)
Conhecer-te foi das melhores coisas que me podiam ter acontecido nesta cidade e nesta vida mas não quero ficar demasiado lamechas e tal...
sabes que te digo? iure du béste

May 23, 2007 at 8:59 PM  
Blogger assim comássim said...

:))))))))) ailóbiu

May 24, 2007 at 12:22 AM  
Blogger assim comássim said...

This comment has been removed by the author.

May 24, 2007 at 12:23 AM  

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home